Edição Especial - Aniversário de Curitiba.

Atualizado: Mar 31


hoteis.com

A capital paranaense completou mais um aniversário no dia que esta edição da coluna foi finalizada. Segunda-feira, dia 29 de março, Curitiba completou 328 anos! Óbvio que o assunto norteou a coluna, já que esta cidade dá origem à revista que nos publica, tornando-se também casa de seu fundador, bem como a minha. Nossas histórias de vida se esbarraram em plena atividade profissional e seguimos irmãos! Desde a crônica que enviei como sugestão de pauta até novas responsabilidades assumidas por aqui, continuo conhecendo esta cidade encantadora, florida, organizada, que tanto preza pela qualidade e também é um tanto provinciana, sim...rsrsrs. Ainda estranho o fato de perguntarem o sobrenome, coisa que designa alpinistas sociais e gente interesseira, da qual se deve fugir, na minha cidade de origem. Mas, amo chegar depressa em qualquer lugar, adoro caminhar pelas ruas e aproveito o frio para usar casacos que só conseguia vestir no exterior.

Neste momento cai a chuva diária lá fora. A frequência com que acontece mantém um guarda-chuva na bolsa, enquanto preserva a cidade florida durante o ano todo, mostrando que tudo tem dois lados e deve ser valorizado! Mais ainda em tempos de estiagem. Sim, a falta d´água também impõe o rodízio dela e sinaliza que Curitiba segue tirando da natureza mais recursos do que ela pode aportar. Não ao acaso, a capital implementou medidas sustentáveis que se tornaram referência para o país e para o mundo. Então, nesta edição vou homenagear iniciativas públicas e privadas que fazem a diferença, são motivos de comemoração e podem inspirar quem nos lê – aqui ou em qualquer lugar do mundo!


A restituição de impostos. Toda e qualquer compra pode ser relacionada ao CPF do cidadão, que usufrui de saldo direto ou de desconto em compras futuras.

A ecobarreira criada por Diego Saldanha. O vendedor autônomo de frutas já retirou quase 10 toneladas de lixo do rio Atuba, através de um invento que só demandou galões de plástico, redes de proteção e boa vontade. Sim, embora este rio esteja em Colombo a medida cria impacto prático positivo, já que suas águas seguem mais limpas para além da cidade vizinha e a iniciativa tem tudo a ver com a urgência por sustentabilidade sabidamente necessária na capital.

A horta colaborativa da comunidade do Cachimba. Mantida pelos moradores, ela os abastece, com ênfase para os que mais precisam, já que muitas refeições gratuitas são preparadas e servidas em uma cozinha comunitária que há ali.

Comida de boa procedência e qualidade também é uma realidade acessível às demais pessoas da capital, graças a convergência de 23 famílias de agricultores, que montam a Cesta Social. Formada por cerca de 13 quilos de alimentos orgânicos, ela custa R$55 e rende uma doação a cada quatro unidades vendidas. Em outra iniciativa que faz bem a todos. Desde dos que podem pagar pelo alimento até aos que precisam de doações.

A valorização da comida natural também ganha requinte. E uma prova disto é o surgimento de restaurantes com esta abordagem gastronômica, como é o caso do All Natural. A casa completou aniversário recentemente e nos mandou lasanhas e sucos deliciosos, que recomendo. Afinal, trocar massa tradicional por palmito demanda tempero. E, apostar na lasanha completamente vegetariana mais ainda! Se saíram muito bem!

Ok, vou parar de falar de comidas, para falar de algo que também alimenta a alma. Sim, tenho o orgulho de ter amigos engajados com a criação de um pomar urbano e colaborativo, que ainda dá aos que doam mudas frutíferas a chance de batizar cada uma delas com os nomes de pessoas amadas. Mal vejo a hora de plantar meus pais, irmã e mais dois amigos queridos neste pomar, que vai ficar em uma comunidade carente, a qual ofertará seus frutos, além do exemplo sustentável.

Atento ao mote sustentável, o Sebrae/PR divulgou o Plano de Inovação para o Design em Curitiba, que oferece elemento e uma série de ações voltadas para estimular o design na cidade de Curitiba e com isso impulsionar as empresas a promoverem a inovação, a valorização de produtos locais e o desenvolvimento sustentável. O documento segue os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Os vinhos paranaenses e premiados mundo afora, dos quais destaco o melhor cabernet sauvignon que já provei, o Censurato, da vinícola Franco Italiano, um bom rosé, o espumante Flair, da vinícola Legado e o Cuvée, espumante extra brut com sabor equiparado aos rótulos mais valorizados e tradicionais do mundo, com a vantagem de ser distribuído por aqui a R$68 também pela Franco Italiano!

A arte da viticultura cresce mas deixa espaço para outras linguagens pelas quais me apaixonei. Curitiba também inspira uma artista da qual gosto muito. A obra de Lu Filizola fala por si.

E, para os que percebem na cultura local forte similitude com os EUA vamos aos fatos. Pão com bolino é uma versão curitibana do hambúrguer. Assim como os “s’mores” (marshmellow derretido e ensanduichado por bolacha) é uma apropriação local de um elemento super norteamericano, segundo Olenka Borba, professora de inglês.






raquelmedandrade@gmail.com

Insta: @raquelmedandrade

41 99108-6401

163 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

2021 CLA Magazine  Todos os Direitos Reservados