Entrevistas TOP 4 - FLORever U



O marido perguntou se a esposa Crystien Agatha Zeni Tomelin Moreira ficava triste pelo fato de não receber flores dele. Ela respondeu que não, pois, sempre que recebia flores de algum namorado, o namoro acabava quando as flores morriam.

Por este motivo, Fabio Michael Moreira nunca presenteou Crys com flores naturais. Mas, sempre a presenteava com flores de plástico, de veludo, de tecido, até de chocolate. A história rendeu a Fábio a ideia do nome da marca, que nasceu de uma postagem com mais de 3.500 comentários positivos sobre um produto feito sem qualquer pretensão comercial.

FLORever U, ganhou uma página no Facebook e outra no Instagram. E, hoje, a FLORever U mudou o rumo da vida da advogada e de toda sua família, por isso a CLA Magazine inaugura a coluna de entrevistas TOP 4, para levar ao público essa história de negócio para lá de feliz!


Foto: Cla Ribeiro


Qual foi o primeiro movimento espontâneo, que contribuiu com o surgimento da marca?

Me vi no meio de uma quarentena, tento que ficar reclusa em casa. Saia somente para ir ao mercado ou à farmácia e nessas idas e vindas, percebi flores à venda nos mercados. Comprei rosas, para enfeitar e alegrar a casa e a cada semana fazia um arranjo ou combinação nova de cores. Até ali por puro prazer, sem qualquer pretensão comercial.


O que mudou a sua visão e trouxe o apelo comercial para esse exercício criativo?

Certo dia, fiz um arranjo em uma caixa qualquer e compartilhei na internet pedindo opinião dos internautas e mais de 3.500 comentários positivos foram dados. Ali, entendi que havia algo além do prazer e da criatividade! Também havia potencial comercial para fazer disso um negócio rentável e que leva muita alegria e sensibilidade às pessoas, especialmente durante a pandemia.


Foto: Divulgação


Com algumas empresas similares no mercado você precisou ir além para se diferenciar. Nos conte como fez isso?

É fato que o mercado pede inovação a qualquer negócio e não poupei esforços nesse sentido. Tanto assim que aplico a engenharia elétrica, para instalar a iluminação e garantir que não haverá problema com choque elétrico utilizo também o desenho industrial do CEFET nas criações. Para oferecer presentes com flores sob iluminação, o que confere beleza cênica aos produtos.

Mesmo assim, preciso dizer que aspectos como a simetria das flores e acabamento dos presentes que desenvolvo sempre são observados como pontos fora da curva, quando comparados aos produtos concorrentes indiretos e mesmo diretos.


O padrão dos produtos que desenvolve é claramente consolidado. Que recado você daria aos potenciais parceiros comerciais capazes de nacionalizar a marca?

A base de qualquer expansão está nisso, nesse padrão. Então, só posso dizer que a FLORever U está de braços abertos para profissionais que queiram ser capacitados, para reproduzir esse padrão para além de Curitiba. Aos investidores, digo que terei toda a atenção em avaliar propostas, já que o ganho potencial com presentes que misturam modernidade e tradição é imenso!


Serviço: @floreveru / WhatsApp (41) 99971-2421



raquelmedandrade@gmail.com

Insta: @raquelmedandrade

41 99108-6401



93 visualizações

2020  -                                      CLA Magazine  Todos os Direitos Reservados