Paraná para amar - 07-09-2020




Sustentável


Quem valoriza o consumo sustentável precisa conhecer a Casa da Videira, que produz e comercializa alimentos, bebidas entre outros artigos feitos a partir 60 espécies de plantas alimentícias não convencionais, também chamadas de pancs. O polo reúne produtos de uma fábrica de kombucha, com mate orgânico paranaense, uma fábrica de sabão, além da primeira padaria anarquista do Brasil. Com atendimento ao público entre 13h e 18h, às sextas-feiras, na Rua Paulo Graeser Sobrinho, 96, São Francisco. Mais informações: 41 3239-1707/ 41 99527-6471.



Foto: Casa Videira


Solar


Sistemas de energia solar ou fotovoltaica estão sendo cada vez mais adotados por empresas e pessoas físicas, segundo Ademir Vicente, responsável pela KW Energy. Ele explica que os sistemas customizados podem ser pagos através de financiamento, de forma parcelada. O investimento costuma a retornar em cinco anos, propicia economia de até 90% energia para mais vinte anos, perfazendo a vida útil de vinte e cinco anos de funcionamento, com energia renovável, além de mais autônoma. A empresa integra o conteúdo da Let´s Go Mídia TV e disponibiliza mais informações em www.kwenergy.com.br



Foto: Divulgação


Educação


Essa semana, o escritor João Pedro Roriz enviou, com exclusividade, para a colunista que vos fala, sua obra recém lançada. “A Feminização da Educação Brasileira” é o trigésimo quinto livro publicado por Roriz. Depois de cursar Jornalismo, História e se pós graduar em psicopedagogia e Docência e ainda enveredar para a formação de psicanalista clínico, pelo CETEP – Campinas, Roriz priorizou a necessidade de contextualizar o público sobre os processos que levaram as mulheres a exercerem profissões estigmatizantes no mercado de trabalho. Gostaria de ter lido o livro durante os últimos dias, mas uma série de ações relacionando a coluna com o meu aniversário inviabilizaram isso. Então, me comprometo a falar novamente da obra, a partir da minha interpretação pessoal dela, quando concluir a leitura. Afinal, educação, história e o papel que a mulher exerce na sociedade são assuntos que justificam isso! Para quem quiser se antecipar e conferir mais antes disso vale checar na Amazon, onde a obra está disponível. Sobre o autor e sua carreira mais informações estão no: www.joaopedrororiz.com.br



Foto: Divulgação

CWB Gourmet - Aniversário


Tempo atrás, ainda no meu primeiro ano de Curitiba, caminhava apressada pela cidade, quando me deparei com uma fachada colorida e cativante, que me instigou a entrar. Aos primeiros passos me senti em um cenário de fábula infantil, que convida quem entra a ficar, por horas, sem pressa, fazendo jus ao nome “Cheia de Graça”. Ele é um trocadilho com o estado de espirito para qual transporta público e o nome da idealizadora, a Graça. Junto de sua irmã Isabel, a dupla consegue encantar o público, por meio do ambiente e tudo que é oferecido ali. Quiches, tortas, o melhor bolo de laranja que já provei na vida, sem contar nos macarons, meus doces prediletos! Os que são feitos ali tem uma peculiaridade artesanal, que me transporta para em quê parisiense, mais especificamente para o bairro de Montmartre. Há algo orgânico, vivo e muito acolhedor na massa desse doce, em suas borbulhas visíveis em cada uma das bandas do macaron, mesmo já assados. Por tudo isso foi especialmente bonito receber da casa um kit de aniversário das mãos da própria Isabel. Achei gentil e delicado, além de muito gostoso. O que apelidei de “festa na caixa” inclui flores, um par de quiches, macarrons, um bolo médio de laranja, além de um cartão com feliz aniversário. Como é bom envelhecer e manter viva minha criança interior, porque ela aprecia muito tudo isso! Para quem tem espírito parecido ou simplesmente aprecia a boa pâtisserie, recomendo o Cheia de Graça.



Fotos: Cla Ribeiro


CWB Gourmet - Festa Remota


E sigo me encantando com todas as possibilidades que Curitiba e o isolamento revelam. Há alguns meses uma chef jovem e nascida no interior me chamou a atenção, pela luta que empreende para se posicionar na capital, com tão pouca idade. Seu nome é Dani Stupp e ela faz sucesso ensinando crianças e adolescentes a cozinhar, através do canal Cozinha da Tia Dani. Missão honrosa, já que demanda paciência, carisma e técnica na mesma medida. Mesmo admirada, entendi que a moça pode e deve voar mais alto, então deleguei a ela a responsabilidade de promover a comemoração remota do meu aniversário. Ela pensou em fazer mini bolos, daqueles individuais, para presentear pessoas especiais para mim, em Curitiba. Mas, ponderei e disse achar mais justo dar a ela a chance de expor seu trabalho através de seis sabores ou docinhos diferentes. Montamos a seleção formada por brûlée, limão siciliano, surpresa de uva, espelhado de ovos e morango banhado por chocolate Ruby, aquele descoberto recentemente, livre de corantes e próprio para realçar o sabor das frutas vermelhas. O resultado? Sucesso! O trabalho da Dani chamou a atenção de alguns presenteados, como foi o caso da Cristiane Lissoni, que convidou Dani para integrar o coletivo de empresários Zoli, constantemente noticiado por aqui!




Foto: Raquel de Andrade



CWB Gourmet – Parabéns para você!


Outro mimo guloso que recebi por conta do aniversário foi o bolo criado pela Di Caramelo! Na percepção de quem me conhece e partilhou o doce comigo ele me traduziu. Tudo começa com a embalagem delicada, que permite ao doce ser transportado sem traumas. O acabamento de butter cream espatulado, colorido e três tons, adornado ainda por flores e pequenas folhagens combina feminilidade à força. A massa é bem amalgamada com o recheio e ele é composto por ganache de chocolate branco bem densa, de textura e sabor estruturados, para suportar a acidez da geleia de frutas vermelhas com harmonia, sem deixar que ela se torne dissonante. Essa combinação também cria um balanço agradável entre dulçor e acidez, secura e umidade, leveza e densidade. Senti prazer em comer as fatias e faço isso bem devagar, porque o melhor do aniversário são os dias seguintes. O sabor é superior a uma infinidade de doces feitos por gente renomada e se torna também surpreendente quando descobrirmos que por traz do produto há uma casal que se mergulhou de cabeça no universo das comemorações, quando resolveu viabilizar a celebração do próprio casamento, através do negócio. Recomendo muito a Di Caramelo!



Foto: Di Caramelo

raquelmedandrade@gmail.com

Insta: @raquelmedandrade

41 99108-6401


140 visualizações1 comentário

2020  -                                      CLA Magazine  Todos os Direitos Reservados